KX 250Y em ação

Quem não conhece, pode pensar que fazer uma trilha de moto é só questão de pegar a moto e sair por aí, mas não é bem assim. Listamos algumas dicas extremamente úteis pra quem deseja iniciar no mundo das trilhas. E claro, se você conhece alguém que está interessado, pode compartilhar as dicas pra ajudar, né?

Segurança em Primeiro Lugar

Alguns itens de segurança são primordiais para garantir a segurança do trilheiro. Vale lembrar que a segurança deve ser valorizada tanto no on quanto no off road, mas no caso das trilhas, é ainda mais importante, pois a incidência de tombos é muito maior.

  • Capacete: não adianta tentar fugir dele, o capacete é necessário sim. Afinal de contas, ele irá proteger a sua cabeça. No caso das trilhas, o tipo de capacete mais indicado é o com queixeira, pois protege melhor a região da boca e do nariz. Nesse tipo de capacete, o mais comum é que ele não tenha viseira e nesse caso deve ser utilizado juntamente com um óculos específico, pois nesses ambientes a possibilidade de que os olhos entrem em contato com objetos estranhos é bem maior. Por falar nisso, pra quem também pilota no asfalto, apesar de um capacete off road não ser o mais indicado, as dicas de segurança também são válidas, para o asfalto, vale comprar capacetes abertos ou fechados.
  • Colete: se você é daqueles que acha que é excesso usar colete de proteção, vamos explicar. Já pensou que em uma queda você pode se deparar com um galho ou até mesmo com lixos descartados no local da trilha? Dependendo de como for atingido, o acidente poderá ser fatal. Pois bem, os coletes ajudam nas capotagens e colisões, onde você poderá se deparar com galhos ou até mesmo ser arremessado em pedras.
  • Cotoveleiras, joelheiras e luvas: para completar a proteção, as cotoveleiras, joelheiras e luvas são ótimas aliadas. No caso das luvas, vale lembrar que elas não podem prejudicar a movimentação dos dedos, e devem ser reforçadas com plástico ou couro.
  • Calça: para proteger a parte inferior do corpo, calças próprias para a prática de motocross e tilhas devem ser usadas, pois elas dão maior proteção, geralmente vêm com duas camadas de tecido e reforços nos quadris. Outra vantagem das calças específicas é que o tecido possui tecnologia para não grudar nas pernas, mesmo quando molhadas por água ou lama.
  • Botas: por fim, escolha um bom par de botas, pois elas são tão importantes quanto os capacetes. Uma boa bota deve ter proteção para as canelas, proteção contra torções e ponteiras de bico.

Agora que você já sabe quais são os equipamentos de proteção que devem ser usados, lembramos que é importante lembrar de outros detalhes na hora da trilha. Fique atento ao percurso, nunca abandone seus companheiros de trilha, não exagere na velocidade e claro, antes de entrar nas trilhas, verifique o estado da moto.

 

Escolhendo uma boa Moto para Trilha

KX 250Y
Por falar em moto, ela será sua maior ferramenta nessa aventura. Pra escolher a melhor moto pra trilha, algumas dicas são muito válidas:

  1. Estimule uma faixa de preço, assim você já reduz as possibilidades de escolha de acordo com o seu orçamento. Só pra ter uma ideia, com menos de R$ 5.000,00 é possível comprar uma moto nacional usada, mas pra investir em modelos melhores, como a KX 250F da Kawasaki, o investimento fica em torno de R$ 35.000,00.
  2. Compre a moto se baseando no uso que dará pra ela. As KXs por exemplo, são opções indicadas pra uso em trilhas e motocross, você deve preferir motos mais “bravas”, pois o peso, a força e regulagem da suspensão fazem toda a diferença.
  3. Para escolher a cilindrada, tome cuidado com o seu nível de experiência. Para os iniciantes, nessa hora vale consultar um trilheiro mais experiente.